Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

P.A Entrevista #16 -Daniela Marques

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

P.A Entrevista esta hoje focado em um tema muito importante na nossa sociedade: casamento. Para o assunto a entrevista será com Daniela Marques, criadora dos Blogs "Salve o meu casamento" e  "Educando na contramão". Daniela é cristã, casada a 13 anos, mãe de dois filhos e é também Psicóloga e Psicanalista em formação, trabalhando a mais de cinco anos com aconselhamento familiar.



1-) Como surgiu a ideia do Blog Salve o meu casamento?
Comecei bem despretensiosa há cerca de sete anos escrevendo artigos relacionados a área da educação em maternidade. Muitas mães acabaram se identificando com os meus relatos e passaram a me enviar mensagens com perguntas, dúvidas e desabafos. Aos poucos fui percebendo que na grande maioria dos casos, por trás dos problemas colocados estavam na verdade os problemas conjugais, ou seja, antes de trabalhar com os filhos era preciso trabalhar o relacionamento dos pais. E como muitas mulheres passaram a compartilhar comigo as suas angustias, frustrações e dificuldades na área sexual, achei que seria útil um Blog com o tema "relacionamento a dois". Sempre me interessei por essa área e já lia muito a respeito, então a criação do Blog "Salve o meu casamento" foi apenas uma consequência do que já estava vivo aqui dentro, apenas externalizei. Mas confesso que não imaginava a repercussão e o alcance que teria. Com esse trabalho despertei para uma realidade assustadora. Descobri, que através de centenas de depoimentos, como os casais estavam adoecidos na área sexual, o que me motivou a continuar escrevendo. Os muitos casos verídicos colocados ali tem ajudado os casais frustrados e cansados, que acabam se identificando e encontrando nas mensagens forças para continuar caminhando.

2-) Quais são os principais inimigos de um casamento saudável?
Na minha visão os três grandes inimigos de qualquer relacionamento são: a falta de diálogo, a falta de humildade e a falta de perdão. Sempre falo para os meus filhos que até os piores problemas podem ser resolvidos através do diálogo, reconhecimento do erro e perdão. Se uma das partes não é capaz de admitir suas falhas e ser humilde para pedir perdão, a caminhada torna-se insuportável, para não dizer impossível. Digo o mesmo em relação ao diálogo. Um casal que não dialoga sobre seus conflitos, angustias, emoções, sonhos, planos e não se dispõe a escutar um ao outro com empatia, fica estagnado e tem grandes chances de colocar tudo a perder. Entrar no casamento já consciente disso já é um grande passo.

3-) Quais dicas você daria para manter o casamento sempre pegando fogo?
No meu ponto de vista não existe pegar fogo em 100% do tempo na realidade do casamento, isso é utopia. É natural, que na época da paixão, no inicio do relacionamento, o desejo sexual seja mais frequente e intenso, mas a rotina e conveniência acabam diminuindo a intensidade dessa chama. E é importante frisar que não é ruim, é o fluxo natural das coisas. No geral os homens estão sempre mais desejosos e dispostos. As mulheres por terem uma fisiologia diferente, acabam sentindo uma necessidade menor, por isso parecem menos pró ativas nessa área. Mas para que isso não seja um fator negativo e que venha de alguma forma prejudicar a relação, recomendo sempre o diálogo aberto quando o assunto é sexo. Outro detalhe importante é saber que não existe vida sexual ideal padronizada. Para alguns casais o sexo papai e mamãe uma vez por semana é mais do que suficiente. O importante é saber respeitar os limites de cada um e abrir espaço para o diálogo. Trabalhar para satisfazer o seu parceiro, enxergando isso como uma forma de obtenção de prazer(e não sacrifico), no meu ponto de vista faz muito sentido. Achar que o casamento bom é aquele que pega fogo em 100% do tempo é abrir caminho para a frustração, é correr atrás do vento. Os que acreditam assim são aqueles que vivem trocando de relacionamento ou buscando prazer fora, pois associam o amor ao "fogo da paixão", um erro bastante comum.

4-) Por que vale a pena casar?
O casamento é a relação mais intima que um ser humano pode ter. Nem a relação mãe e filho pode proporcionar tanta intimidade como a relação marido e mulher. No casamento é onde você tem a oportunidade de conhecer e ser conhecido na sua intimidade, no mais profundo do seu ser. E isso, se vivido honestamente, gera maturidade e nos transforma como seres humanos. Estar casado é decidir construir a sua historia de vida com outra pessoa, é dividir a mochila e carregar juntos. Não é uma caminhada fácil, pelo contrário, é desafiadora, mas creio ser esta uma das experiências de vida que mais nos fazem crescer e desenvolver. Estar casado é ter alguém para te levantar quando você cai no fundo do poço e alguém para voar contigo nos momentos mais sublimes. É um caminho cheios de altos e baixos, mas que vale a pena ser trilhado. As oportunidades de aprendizado são infinitas, uma experiência deliciosa e única.

5-) Quais dicas você daria para um casal que acabou de se casar?
Não acredito muito em regras prontas e manuais quando se trata de ser humano, mas acho que um bom caminho para quem esta entrando nesse mundo é não criar grandes expectativas. Em qualquer área da vida quanto mais criamos expectativas, mais nos decepcionamos. O fato é que na vida real não existem príncipes encantados e nem princesas Disney. Estar consciente disso já é um grande passo. Um segundo caminho é sempre se lembrar de não esquecer que seu cônjuge é único. tem personalidade própria, foi criado em ambiente diferente e por isso terá manias e comportamentos diferentes dos seus, e ser diferente não significa estar errado. E sua missão nessa jornada não é trabalhar para que ele entre no seu formato ideal e se comporte a sua maneira. Trilhem o caminho do diálogo, não tenham medo de reconhecer suas fraquezas, admitir os erros, recomeçar e ceder quando necessário. Dessa forma a transformação virá naturalmente. No meu ponto de vista felicidade não se encontra, se conquista. E encontrar felicidade no relacionamento a dois exige muito esforço, persistência e paciência, pois casamento não vem pronto, é uma obra de arte que leva uma vida inteira para ser construída.








Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading