Minha lista de blogs

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

O carro atolou! E agora?

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Pedro e Julia estavam passeando pelas praias de Maceió, tudo estava correndo bem, mas como não estaria? Pensava Pedro. Eles estavam em lua de mel, estavam longe da vida corrida de São Paulo e agora no nordeste brasileiro queriam curtir cada minuto da viagem. Para isso eles alugaram um carro e visitavam cada praia da cidade. Quem olhava de longe logo percebiam que esse casal era novidade no mundo dos casados, pois irradiavam alegria e amor. A viagem era só sorrisos, alegria e felicidade. O mundo podia acabar ali, os minutos poderiam congelar que ele não se importariam.

Julia então olhando o mapa da cidade viu que tinha uma praia bastante distante, quase na ponta da cidade, chamada São Miguel dos milagres. Tudo estava certo, os dois concordaram, era lua de mel e valia tudo. Mas por dentro Pedro não estava tão a fim de dirigir por tanto tempo, pois eram três horas de viagem em um calor escaldante. 


Durante a viagem musica tocando no carro, conversas sobre a vida e de repente uma estrada que variava entre curvas perigosas e retas que não tinham mais fim. Julia começava a dormir, pois para ela viajar tinha o sinônimo de dormir. Pedro não queria deixar ela dormir e então continuava puxando assunto até chegarem naquela praia que era muito bonita, então Pedro logo queria mostrar que conhecia de livros.

-Nossa Julia essa praia parece aquelas dos livros de Jorge Amado.

-Ah parece? - Julia não tinha a mesma percepção, pois não tinha lido o livro.

-Nossa Julia que praia bonita, realmente valeu a pena toda a viagem e todo aquele calor no carro

-Nossa é mesmo, e não tem quase ninguém aqui.

Realmente, a praia era bem distante da cidade, parecendo uma praia deserta no meio do nada. De um lado havia pescadores, do outro uma lanchonete onde tudo que se vendia era bem barato, de fritas a refrigerante. Estavam muito bem naquele local, com toda a certeza. Mas como tudo o que começa tem o seu fim, chegava a hora de ir embora. Os moradores ensinaram para os dois um caminho onde poderiam ver a ponta da praia e Pedro bastante seguro resolveu ir por ele.


Enquanto olhavam a bela vista que tinham, Pedro entrou por um caminho errado e foi parar com o carro bem na areia da praia, a poucos metros do mar. O carro atolou, e ao tentar sair o carro atolou ainda mais. Bateu desespero nos dois, o mar poderia levar o carro embora e começariam o casamento com uma bela divida. Pedro sabia que acelerar o carro iria piorar a situação, então resolveu sair atras de alguém para ajudar, enquanto Julia ficava no carro para não deixá-lo ali abandonado

Depois de andar alguns metros Pedro encontrou uma família moradora naquele local a muitos anos e acostumada com a desatenção dos turistas.

-Oi, sera que vocês poderiam ajudar a gente a desatolar o carro ali na praia? - disse Pedro com receio.

- Ah o carro atolou? - disse um dos moradores - Vish meu filho, aqui é normal, todo mundo atola ali.

Um alívio bateu em Pedro, pois não era o primeiro a atolar um carro e pelo menos teria solução. Para a alegria de Pedro e Julia aquela família estava preparada e sabia o que estava fazendo. Três homens com varias tabuas colocaram elas embaixo de cada roda e Pedro começou acelerar o carro, e assim conseguiu sair dali do buraco e salvar o carro alugado. Ao olhar para o mar Pedro agradeceu pela maré não ter subido e estragado a lua de mel. Pedro e Julia agradeceram aquela família e seguiram a viagem de volta aliviados e prontos para continuar aquela viagem de lua de mel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading