Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

Eduardo e Mônica

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Os dois eram muito diferentes, enquanto Eduardo era um jovem que acordava com muito sono a cada dia, a bela Mônica estava no bar com seus amigos bebendo e jogando conversa fora, até porque a idade dos dois era diferente, a realidade de vida de cada um era diferente, ninguém jamais iria dizer que um dia esses dois ficariam juntos, mas como já dizia o poeta, existe razão para as coisas do coração? Pois é, um dia Eduardo acabou sendo convidado por um amigo para ir em uma festa, só que chegando la Eduardo achou tudo muito estranho, muita gente esquisita, mas ele olhou para Mônica e logo teve sua atenção para ela. Mônica que não era boba percebeu e dava risadas ao ver que Eduardo tentava impressionar ela. Enquanto isso Eduardo pensava que o tempo estava passando e estava ficando tarde, com certeza ele iria se dar mal no dia seguinte.

Mas por incrível que pareça, os dois trocaram telefones e marcaram de se encontrar para se conhecer melhor. O mais incrível é que cada um deles chegou com seu veiculo de uso diário: ela foi de Moto, enquanto ele chegou de Bicicleta, mas tudo bem, iriam sair, mas cada um tinha uma ideia diferente:

-Vamos para a lanchonete Mônica?

-Ah não, prefiro ver o filme do Godard.

Godard? Pensou Eduardo. Quem é esse cara? E que estranho, parece que essa menina tem tinta no cabelo.


Eles não tinham nada a ver um com o outro, ele tinha apenas 16 anos, ela já estava fazendo faculdade de Medicina e também falava Alemão. O Eduardo estava fazendo curso de inglês, bem básico, mas necessário para os jovens daquela época. A Mônica tinha altos papos cabeça, falava de diversos assuntos intelectuais que deixavam Eduardo de boca aberta, pois o esquema dele ainda era ir para o Clube se divertir com os amigos e assistir novelas com o avô dele. Claro que ele também não deixou de jogar futebol de botão com o avô dele, onde cada partida era algo emocionante.

Mas Eduardo percebia que precisava crescer, então da sua maneira começou a tentar mudar, deixando o seu cabelo crescer, aprendeu a sair com os amigos dela, a beber sem passar mal. O amor entre os dois ia crescendo, a cada dia os dois queriam se encontrar, então começaram a viajar juntos, conversar sobre coisas da atualidade e da vida, onde Mônica ajudava Eduardo a entender melhor as coisas que aconteciam ao redor do planeta. Eduardo também começou a trabalhar, e quando ele passou no vestibular a Mônica se formou na faculdade.

A vida entre os dois seguia em frente, e como de todo o casal, tiveram momentos de alegria e também momentos ruins, de brigas e desentendimento. Juntos começaram a batalhar por uma vida melhor, e chegou o tempo onde construíram a casa deles e também receberam a noticia de que iriam ter filhos, e seriam gêmeos para a surpresa de todos. Quem olhava de longe sabia que eles tinham sido feito um para o outro, mesmo com a diferença de idade e de ideias. Pois é, eles se fortaleceram e sempre estavam passeando e viajando junto com os filhos. O tempo passou, e nesse novo ano as coisas pareciam se repetir com uma nova viagem em família, mas tudo foi por água baixo, pois um dos filhos acabou ficando de recuperação na escola. É assim é a vida, e já dizia o poeta, quem um dia ira dizer que existe razão para as coisas feitas pelo coração, e quem ira dizer que existe razão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading