Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

47 RONINS

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

O filme é baseado na historia real dos 47 ronins, homens que eram muito corajosos e leais que lutaram na época do Japão feudal. Nesta versão nós vemos Kai, interpretado por Keanu Reaves sendo um mestiço e rejeitado pela classe de samurais da província de Ako. Mas após a morte do senhor de Ako, a sua filha Mika é obrigada a ter que se casar com o arrogante Kira, enquanto os samurais são rebaixados a ronins, tudo uma armadilha feita por Kira e sua feiticeira. Agora os Ronins liderados por Oishi e junto com Kai partem em uma jornada para matar Kira e resgatar Mika.


O filme tinha tudo para ser épico, com uma fotografia muito bonita retratando perfeitamente o Japão feudal, além de usar muito bem o figurino com roupas de samurais. Mas o problema é a falta de profundidade, pois a idéia é boa, mas faltou aprofundar melhor os personagens, trazer respostas mais concretas, como por exemplo, contar quem é a feiticeira e quais eram as suas motivações ao ajudar Kira. Faltou também explicar de forma mais profunda quem eram aqueles que ensinaram Kai a lutar e o que são aquelas criaturas. O mercenário tatuado que parecia ter grande destaque nos pôsteres na verdade tem uma atuação bem pequena no filme.

Keanu Reaves até que cai bem no papel de Kai, sendo um cara rejeitado pela sociedade, bem parecido com ele na vida real, mas ele não segura o filme como protagonista, muitas vezes fazendo parecer que ele é o ator coadjuvante do filme. Diferente do ator Hiroyuki Sanada, que interpreta Oishi e da um show de interpretação, se mostrando um forte samurai e um forte líder. A atriz Rinko Kikuchi interpreta a feiticeira muito bem, sendo bastante irônica e a cada aparição consegue se sair muito bem. A historia do casal Kai e Mika têm um ar de conto de fadas, onde a princesa acaba se apaixonando pelo plebeu que nunca é aceito pela sociedade.


As cenas de lutas são muito boas, com uma ação muito real e cenas de lutas com espadas sensacionais. A cena onde Kai esta lutando com escravos no navio é de arrepiar, onde ele mostra suas técnicas. Outra cena interessante é aquela onde Kai enfrenta a feiticeira e ela se torna um dragão, tendo um efeito visual bem feito, apesar de dar um gosto de quero mais nesta luta. 47 Ronins fala de lealdade, fala de honra, fala de coragem e perseverança, qualidades fortes que encontramos no povo japonês.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading