Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

Historias de Metrô - O que tem nesse celular?

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Ela estava dentro de um Metrô lotado, mas nem se preocupava, pois o seu foco estava mesmo é no celular. Em volta dela ninguém percebia, mas ela estava muito feliz e contente, tomada de muitos sentimentos bons. Na estação seguinte mais pessoas entravam, parecia uma caixa apertada de tantas pessoas ali dentro. Alguns empurravam as pessoas para entrar, outros ficavam cade vez mais apertados, enquanto havia uma pessoa que parecia que iria passar mal, pois circulava pouco ar naquele momento. Mas ela não estava preocupada, pois a conversa no celular era boa, a deixava bem consigo mesmo.

Algumas pessoas não entendiam como era possível alguém ficar assim tão em paz em um Metrô tão lotado, e eu também não estava entendendo como isso era possível, até que quando ela deu uma virada com o celular percebi que havia uma conversa rolando. Pensei que poderia ser o grupo da família no Whats App, mas ela não ficaria assim tão distante das consequências de um Metrô lotado. Logo percebia que aquela mulher só poderia estar apaixonada, pois estava em outro mundo, sendo que o mundo de todas aquelas pessoas ali apertada não estava bem naquele momento.

Mais uma estação se passa e a grande maioria das pessoas descem empurrando quem estivesse pela frente, inclusive eu que vos falo. Mas ela estava ali firme com o celular na mão e um sorriso no rosto. A paixão deixa as pessoas meio tontas, percebi isso quando percebi que ela desceu em uma estação para alguns segundos depois entrar rapidamente no vagão antes das portas se fecharem. Agora quem estava rindo era eu, com aquela mulher perdida sem saber onde descer, por causa de sua conversa no celular. Agora era questão de honra, precisava saber quem era que deixava aquela mulher sorrindo tanto e perdida. Como obra do destino o Metrô balançou e o celular ficou visível. Descobri quem era aquele que deixava a mulher tão bem com a vida. Para a minha surpresa era apenas fotos de paisagens, no caso, fotos de praias. Pois é, ela desceu do Metrô e colocou o celular no bolso e então segui viagem. Talvez seja esse o segredo de enfrentar um Trem e Metrô lotado. Não deixar a sua mente estar ali presente. Ela estava na praia, ainda que na sua mente, e eu também não me incomodei, porque estava investigando o celular dela. Assim segue mais uma historia de Metrô!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading