Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

VIVENDO E 10APRENDENDO

sexta-feira, 30 de julho de 2010

GUERRAS

Existiram inúmeras guerras e conflitos desde que homem se entende por homem, certo? – guerra pelo o que comer, guerra pela fêmea, por território etc., as principais e mais conhecidas foram:
-1ª guerra mundial aconteceu de 1914 a 1918 entre tríplice entente e tríplice aliança, morreram quase 20 milhões de pessoas entre civis e militares, tríplice entente saiu vitoriosa.
-2ª guerra mundial, Aliados X Eixo, de 1939 a 1945, onde foram usadas armas nucleares, mais de 50 milhões de mortos, com o êxito dos Aliados



Isso você já sabe, eu também, mas não nos damos conta que, outra Guerra vem sendo travada não é de hoje, o termo guerra pode até soar denso, a intenção é essa, travam essa Guerra todas as nações, todo ser humano, você, eu. Sim, você está numa guerra, nós estamos... O problema é justamente esse , não nos damos conta disso... O engraçado é que hora estamos de um lado, hora do outro...
Estou falando da guerra travada entre:
Natureza, Ecossistema, Biodiversidade x Homem, Capitalismo, Ganância.








Nessa guerra não sabemos quem saíra vitorioso. Nessa guerra não há bombas atômicas, mísseis ou trincheiras, mas existem alguns outros componentes de outras guerras; o ataque do homem, a resposta da natureza e morte de ambos os lados.
Parece até que faço parte de ONGs, ou movimentos em prol da natureza, e que vim com discurso pronto de conscientização, pior que não... porque, como disse, eu hora estou do lado verde , hora do lado cinza
Você tem guerreado de qual lado?

Espero que homem e natureza entrem em acordo, o homem é quem deve propor-lo.
Afinal, ele precisa muito mais dela do que a natureza dele...

escrito por: Washington

Um comentário

  1. Essa realmente é uma guerra que infelizmente a humanidade parece não se preocupar,o que é uma pena....o dinheiro vindo do lado cinza vale mais que o prazer de conviver com as coisas verdes da vida.

    ResponderExcluir

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading