Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Visitantes

Pescaria do tempo

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Pedro e Tiago foram pescar. Eles pescam desde que estavam na oitava série, onde cada um possuia quatorze anos. Hoje cada um tem trinta anos, e eles investem em pescaria uma vez por mês. Eles falam de trabalho, conversam sobre família e planos para o futuro. Antigamente falavam sobre mulheres, sobre futebol e video-games. Mas o tempo passou, e agora cada um fala dos problemas da vida adulta, mas nenhum deles abriu mão da pescaria.

- E ai Pedro, você não sente saudades dos tempos da nossa adolescência?

- Sinto sim, mas por isso evito pensar.

- Poxa, mas é tão bom pensar naqueles dias. Me lembro de tanta coisa. Da até um aperto me lembrar das zoeiras da galera, daquela energia que nós tínhamos, das coisas que sonhávamos.

- É por isso que não penso, como você mesmo disse: dói.

- Mas Pedro, dói porque nós queremos viver aquilo de novo.

- Então Tiago, você quer viver aquilo de novo com tanta força que acaba sentindo dor, porque não tem como voltar no tempo e viver aquilo de novo. É mesma coisa de querer viver uma época em que não viveu, ver uma banda que não existe mais. É impossível.


- Acho melhor olhar para o passado do que ficar agoniado igual você, que só pensa no futuro, no que ainda nem aconteceu - disse Tiago.

- Pois é, eu sei. Isso é um problema que tenho desde a infância. Ficava ansioso para as excursões da escola, ansioso para conhecer alguém. Nunca foi fácil para mim, você sabe disso.

- To ligado Pedro, foi por isso que começamos a pescar, você tinha lido que pescar era algo bom de fazer, acalmava a mente.

- Isso mesmo. Lembro que eu tinha lido nessa revista de que quem vive pensando no futuro vive ansioso e se sentindo mal. Pode dar dores de cabeça, stress e mais um monte de coisas ruins.

- Que doidera, eu sou um saudosista enquanto você é um ansioso. O ser humano tem cada coisa.

- Como minha mãe sempre diz, temos que viver o hoje, só o agora interessa.

- Concordo com ela, quem vive o hoje esta realmente vivendo. Sua mãe é uma sábia.

- Agora quem precisa ser sábios somos nós -  e os dois deram risadas.

- Bom cara, então bora pescar, esse é o nosso hoje.

- Bora la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Blogger news

Blogroll

Most Reading